Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

O Ano Novo aproxima-se e, com ele, chega uma etapa de reflexão e promessas para o ano que está a chegar... E que tal se, na entrada deste novo ano que se avizinha, tomasse a decisão de melhorar o seu estilo de vida? São precisos apenas sete a quinze dias para que nos habituemos às mudanças e, no fim de contas, o que são sete dias comparados com um ano inteiro?! Acredite, não custa nada! Seja determinado/a e corra em busca dos resultados que deseja!

 

Para isso, deixo-lhe dez dicas que terá de seguir se quiser melhorar o seu estilo de vida:

 

1. Nunca, mas mesmo NUNCA, se esqueça de tomar o pequeno-almoço. Não saia de casa sem o fazer.

 

2. Coma de três em três horas, diminuindo a quantidade que ingere de cada vez.

 

3. Seja activo! Passe menos tempo em frente da televisão ou do computador! Faça caminhadas ou pratique algum desporto que o faça sentir-se realizado. Trate do jardim, faça actividades de lazer ao ar livre, deixe o carro longe do trabalho ou saia algumas paragens antes para andar.

 

4. Guarde os doces, refrigerantes e bebidas alcoólicas para dias de festa.

 

5. Coma mais fruta (até cinco peças) e mais legumes. Não se esqueça que estes alimentos são ricos em fibra, minerais e vitaminas, ao mesmo tempo que são pobres em gorduras.

 

6. Não fume.

 

7. Diminua o consumo de sal. E que tal substituir grande parte do sal adicionado por ervas aromáticas? Acredite que vai gostar, mas nunca se esqueça que esta diminuição deve ser gradual!

 

8. Mantenha uma alimentação variada, já sabe que quanto mais colorido for o prato mais nutrientes terá!

 

9. Beba água mesmo sem sentir sede, não se esuqeça que deve ingerir de 1,5L a 2L por dia. Caso não consiga beber água pode recorrer a infusões.

 

10. Sorria mais, descontraia e evite situações de stress. Uma pessoa mais feliz não comete tantos erros alimentares!

 

Caso precise de ajuda e queira um plano alimentar adequado às suas caracteristicas individuais não hesite em contactar-me! Terei todo o gosto em ajudar a tornar a sua vida mais saudável! Mas não se esqueça, uma vida mais saudável necessita de hábitos alimentares equilibrados mas também de estilos de vida activos!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Em Portugal, o Bacalhau é um dos pratos mais populares na ceia dos portugueses, principalmente bacalhau cozido. O bacalhau é um peixe magro, mas extremamente rico em colesterol. Para além disso, este peixe é rico em proteínas de alto teor biológico, ómega 3, cálcio, potássio, fósforo, sódio, vitaminas do complexo B, assim como vitamina A e D. 

Desta forma, o bacalhau é benéfico no combate a doenças cardiovasculares, pois contribui para a diminuição do colesterol LDL ("mau colesterol") e para o aumento do colesterol HDL ("bom colesterol"). Para além disso, ainda existem grandes associações do bacalhau para uma melhor coagulação sangueínea, aumento do sistema imunitário e combate às reacções inflamatórias. MAS ATENÇÃO! O bacalhau não deve ser consumido em grandes quantidades por pessoas com ácido úrico elevado, devido ao elevado teor de purinas existentes neste peixe que posteriormente se transformam em ácido úrico e consequentemente contribuem para um aumento do mesmo no organismo. 

O bacalhau pode ser consumido seco ou fresco, sendo que o bacalhau seco deve ser devidamente demolhado para diminuir o sabor a sal. Desta forma, as postas de bacalhau devem estar de molho cerca de 24horas e as mais grossas aproximadamente 48horas, assim como se deve trocar a água várias vezes. 

Por isso, se neste Natal decidir deliciar-se com o tradicional bacalhau cozido com batatas e legumes não tenha quaisquer problemas! O bacalhau cozido é uma opção bastante saudável e que combina com uma ampla variedade de legumes... Acompanhe-o com cenouras, bróculos, couves, espinafres, chuchu, nabo, espargos... São inúmeras as hipóteses de escolha!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Marcação de Consultas e/ou Esclarecimento de Dúvidas

diana.educacaoalimentar@gmail.com