Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

A beterraba é um dos vegetais mais conceituados actualmente devido à sua grande riqueza nutricional, mas será que toda a gente conhece o potencial deste alimento?

Na verdade, a beterraba apresenta-se como uma boa fonte de vitaminas A, K, C, E e vitaminas do complexo B, ao mesmo tempo que é rica em ferro, cálcio, potássio, magnésio, cobre a manganês. Contudo, a sua principal características deve-se ao facto da beterraba ser dos legumes que apresentam maior potencial antioxidante (por ser constituída por licopena e caratonóides, entre outras substâncias antioxidantes).

Assim sendo, o consumo de beterraba está associado à diminuição/prevenção de problemas cardiovasculares e alguns tipos de cancro (da pele, dos pulmões e do fígado), fortalecimento do sistema imunológico, estimulação do bom funcionamento do sistema nervoso, prevenção/tratamento de anemias e auxilio no processo digestivo. Por outro lado, a beterraba é muito aconselhada aquando da prática de exercício físico pois esta ajuda a controlar as contrações muscular, sendo que sempre que é consumida após o treino ajuda a recuparação dos músculos através da reposição dos níveis de potássio no sangue. 

A beterraba pode ser consumida crua (em saladas ou batidos) ou cozinhada (sempre que cozinhar a beterraba deixe-a levar a pele para evitar que a cor avermelhada da mesma se espalhe por toda a panela).

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Marcação de Consultas e/ou Esclarecimento de Dúvidas

diana.educacaoalimentar@gmail.com