Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

O tempo frio veio para ficar e as previsões apontam que se mantenha por mais algum tempo... E, todo os anos, lá vem aquela desagradável gripe que não nos deixa sossegados, devido à tosse intensa e ao congestionamento nasal, assim como ao mau estar geral provocado pela febre... Mas o que fazer para evitar estas complicações? 

 

Em primeiro lugar, é imperativo que reforce o seu sistema imunitário! E pergunta-se "Como poderei eu reforçar o meu sistema imunitário?". A resposta a esta questão é mais simples do que imagina... Basta ter em atenção a sua alimentação e seguir algumas dicas! Por isso, se quer proteger-se das incomodativas gripes tome algumas precauções:

  • Beba cerca de 1,5L ou mais de água por dia para garantir que as suas vias respiratórias se mantém húmidas. Se preferir pode recorrer a infusões.
  • Consuma frutas citricas como a laranja, tangerina, abacaxi (entre outras) pois estas são ricas em Vitamina C que contribui para a protecção do nosso organismo.
  • Coma iogurtes naturais e beba leite, porque são alimentos que fornecem ao nosso organismo bactérias que impedem a invasão de bactérias causadoras de doenças e que têm funções antivirais.
  • Inclua alho nas suas refeições, uma vez que o alho aumenta as defesas do nosso organismo e previne gripes.
  • Não se esqueça do mel que contribui positivamente para o tratamento de problemas pulmonares e de garganta, devido às suas funções antibacteriana e antiséptica.
  • Consuma gengibre (ou chá de gengibre) pois tem propriedades expectorante.
  • Dê preferência ao chá de hortelã pois este é conhecido por ser um remédio caseiro contra gripes, resfriados e dores de garganta!

"Nós somos aquilo que comemos." Nunca se esqueça disso! Se optar por ter uma alimentação equilibrada que promova superimunidade, não se estará apenas a proteger contra os malefícios das doenças, mas também contra os efeitos nocivos dos medicamentos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

O Ano Novo aproxima-se e, com ele, chega uma etapa de reflexão e promessas para o ano que está a chegar... E que tal se, na entrada deste novo ano que se avizinha, tomasse a decisão de melhorar o seu estilo de vida? São precisos apenas sete a quinze dias para que nos habituemos às mudanças e, no fim de contas, o que são sete dias comparados com um ano inteiro?! Acredite, não custa nada! Seja determinado/a e corra em busca dos resultados que deseja!

 

Para isso, deixo-lhe dez dicas que terá de seguir se quiser melhorar o seu estilo de vida:

 

1. Nunca, mas mesmo NUNCA, se esqueça de tomar o pequeno-almoço. Não saia de casa sem o fazer.

 

2. Coma de três em três horas, diminuindo a quantidade que ingere de cada vez.

 

3. Seja activo! Passe menos tempo em frente da televisão ou do computador! Faça caminhadas ou pratique algum desporto que o faça sentir-se realizado. Trate do jardim, faça actividades de lazer ao ar livre, deixe o carro longe do trabalho ou saia algumas paragens antes para andar.

 

4. Guarde os doces, refrigerantes e bebidas alcoólicas para dias de festa.

 

5. Coma mais fruta (até cinco peças) e mais legumes. Não se esqueça que estes alimentos são ricos em fibra, minerais e vitaminas, ao mesmo tempo que são pobres em gorduras.

 

6. Não fume.

 

7. Diminua o consumo de sal. E que tal substituir grande parte do sal adicionado por ervas aromáticas? Acredite que vai gostar, mas nunca se esqueça que esta diminuição deve ser gradual!

 

8. Mantenha uma alimentação variada, já sabe que quanto mais colorido for o prato mais nutrientes terá!

 

9. Beba água mesmo sem sentir sede, não se esuqeça que deve ingerir de 1,5L a 2L por dia. Caso não consiga beber água pode recorrer a infusões.

 

10. Sorria mais, descontraia e evite situações de stress. Uma pessoa mais feliz não comete tantos erros alimentares!

 

Caso precise de ajuda e queira um plano alimentar adequado às suas caracteristicas individuais não hesite em contactar-me! Terei todo o gosto em ajudar a tornar a sua vida mais saudável! Mas não se esqueça, uma vida mais saudável necessita de hábitos alimentares equilibrados mas também de estilos de vida activos!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Autoria e outros dados (tags, etc)

"Eu não tenho a possibilidade de levar marmita para o trabalho mas faço sempre um almoço leve..." 
Ouço muitas vezes esta afirmação. Muitas vezes, as pessoas acham que só por comerem uma sopa, evitarem os tradicionais molhos e batatas fritas das cadeias de fast food, assim como optar pela gelatina como sobremesa doce a sua refeição se torna mais equilibrada do ponto de vista nutricional. NADA MAIS ERRADO!
Temos aqui duas refeições que podem ser feitas fora de casa, em cadeias de restauração, mas que em nada têm a ver uma com a outra. Para começar, o primeiro exemplo é uma refeição hipercalórica, rica em gorduras e hidratos de carbono com elevado índice glicémico. Desta forma, é aconselhado que, à refeição, se opte por substituir os néctares ou refrigerantes por água, enquanto à sobremesa deve sempre estar presente uma peça de fruta. Apesar da gelatina ser, muitas vezes, sugerida para vários fins, a verdade é que as gelatinas servidas nas cadeias de restauração são na sua maioria excessivamente doces. Os folhados ou fritos, que nada têm de saudáveis, devem ser substituídos por saladas de frango ou atum (por exemplo). 
Ao optar por fazer estas pequena alterações estará a realizar uma refeição menos calórica e com menos gordura, rica em fibra, vitaminas e minerais, essenciais ao bom funcionamento do nosso organismo.
Não se esqueça que fazer escolhas alimentares mais equilibradas contribuirá largamente para ter uma vida mais saudável. Seja consciente!

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Aqui está uma óptima questão! 

 

Actualmente a soja e os produtos derivados da mesma estão cada vez mais enraizados na nossa sociedade, sendo o seu consumo acentuado. Contudo, existem muitas pessoas que, na altura de comprar leite, se perguntam se devem levar leite de soja ou o comum leite de vaca. "Qual será a escolha mais saudável?" perguntam-se.

Mas, na realidade, o ponto que deve ser analisado é qual dos leites se adequa mais às características individuais de cada um.

Desta forma, e apesar de ambos os produtos serem uma óptima fonte de proteína, a verdade é que as diferenças nutricionais entre eles são enormes. Por um lado, o leite de vaca é um produto de origem animal que se encontra no grupo dos leites e derivados na roda dos alimentos, enquanto o leite de soja é um produto de origem vegetal pertencente ao grupo das leguminosas. O leite de vaca é tradicionalmente conhecido por nos fornecer grandes quantidades de cálcio e fósforo, nutrientes muito importantes para o fortalecimento ósseo, enquanto o seu "adversário" apresenta baixos níveis dos mesmos. Contudo, estudos recentes demonstram que o leite de soja pode ser benéfico para reduzir o risco de cancro da mama, doenças cardiovasculares, sintomas da menopausa e cancro da próstata; sendo que o consumo de alimentos à base de soja devem ser evitados por pessoas com hipoteroidismo pois a soja impede o bom funcionamento da glândula. 

 

Assim sendo, se não é intolerante à lactose não existe qualquer problema em optar pelo tradicional leite de vaca, assim como por produtos lácteos (queijo, iogurtes, natas, etc.), sendo que é preferível optar-se sempre pelas versões magras dos mesmos. Caso seja intolerante à lactose, o leite de soja e seus derivados são uma boa opção, sendo que deve recompensar o baixo aporte de cálcio e fósforo disponíveis no mesmo com um aumento do consumo de peixes e legumes. 

 

 

ATENÇÂO:

 

Um copo de 200ml de LEITE DE SOJA contém:

  • 72 Kcal
  • 186g de Proteína
  • 4,4g de Gordura
  • 36mg de Cálcio
  • 96mg de Fósforo

 

Um copo de 200ml de LEITE DE VACA MAGRO contém:

  • 68 Kcal
  • 6,8g de Proteína
  • 0,4g de Gordura
  • 228mg de Cálcio
  • 164mg de Fósforo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Em Portugal, o Bacalhau é um dos pratos mais populares na ceia dos portugueses, principalmente bacalhau cozido. O bacalhau é um peixe magro, mas extremamente rico em colesterol. Para além disso, este peixe é rico em proteínas de alto teor biológico, ómega 3, cálcio, potássio, fósforo, sódio, vitaminas do complexo B, assim como vitamina A e D. 

Desta forma, o bacalhau é benéfico no combate a doenças cardiovasculares, pois contribui para a diminuição do colesterol LDL ("mau colesterol") e para o aumento do colesterol HDL ("bom colesterol"). Para além disso, ainda existem grandes associações do bacalhau para uma melhor coagulação sangueínea, aumento do sistema imunitário e combate às reacções inflamatórias. MAS ATENÇÃO! O bacalhau não deve ser consumido em grandes quantidades por pessoas com ácido úrico elevado, devido ao elevado teor de purinas existentes neste peixe que posteriormente se transformam em ácido úrico e consequentemente contribuem para um aumento do mesmo no organismo. 

O bacalhau pode ser consumido seco ou fresco, sendo que o bacalhau seco deve ser devidamente demolhado para diminuir o sabor a sal. Desta forma, as postas de bacalhau devem estar de molho cerca de 24horas e as mais grossas aproximadamente 48horas, assim como se deve trocar a água várias vezes. 

Por isso, se neste Natal decidir deliciar-se com o tradicional bacalhau cozido com batatas e legumes não tenha quaisquer problemas! O bacalhau cozido é uma opção bastante saudável e que combina com uma ampla variedade de legumes... Acompanhe-o com cenouras, bróculos, couves, espinafres, chuchu, nabo, espargos... São inúmeras as hipóteses de escolha!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

A alimentação que temos hoje em dia, em nada é idêntica à que os nossos pais e avós tinham há uns anos atrás, pois também na alimentação existem certas tendências... Recentemente existiu um bum no mercado alimentar com a chegada de um fruto originário da Amazónia e que promete grandes resultados na nossa saúde: o Açai.

 

Mas será que o açai só nos traz benefícios e não tem qualquer contra-indicação?

 

De facto, no que diz respeito aos nutrientes existentes nesta fruta, ela pode ser considerada como "um super-alimento" pois é rica em proteínas, fibras, potássio, ferro, cálcio, vitamina B, C e E. Para além disso, o Açai apresenta ainda na sua composição antocianina (que é um potente antioxidante) e flavonóides (que apresenta grandes propriedades anti-inflamatórias). Desta forma, o Açai contribui para:

  • Coagulação do sangue
  • Regularização das funções metabólicas
  • Produção de enzimas benéficas para o cérebro, fígado e ossos
  • Melhora o funcionamento digestivo, do sistema nervoso, músculos e coração
  • Previne a diabetes e os problemas carvivasculares
  • Protege contra infeções, inflamações, alergias e cancro

 

Mas atenção! 

 

O açai é uma fruta bastante calórica, pois cerca de 100g de Açai apresenta 247Kcal, cinco vezes mais do que a média das frutas consumidas diariamente e com as quais estamos mais "habituados".

 

Resumindo, o Açai é uma óptima fruta do ponto de vista nutricional, podendo mesmo ser considerado uma fruta milagrosa mas não deve ser consumido em excesso porque o seu elevado valor calórico pode contribuir para exceder as suas necessidades energéticas diárias! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Ingredientes:

  • 15g de Fermento de Padeiro
  • 0,5dl de Leite de soja morno
  • 600g de Puré de cenoura cozida
  • 250g de Geleia de milho
  • 2 Ovos
  • Sumo de 1 laranja
  • 1/2 Colher de café de canela em pó
  • 300g de Farinha
  • Sal
  • Óleo de Soja para fritar

 

Modo de Preparação:

  1. Dilua o fermento no leite de soja. Numa tigela, misture o puré de cenoura com uma pitada de sal, a geleia de milho, os vosos, o sumo de laranja, a canela e a farinha.
  2. Junte o preparado de fermento e amasse bem, até obter uma massa homogénea. Deixe descansar em local quante, até atingir quase o dobro do volume.
  3. Com a ajuda de uma colher, retire as porções da massa, à medida que vai fritando em óleo a 180oC, até alourarem. Retire com uma escumadeira e deixe arrefecer. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ingredientes:

  • 2 pães sem glúten (tipo cacete, 50g cada)
  • 500ml de Leite
  • 4 Ovos inteiros

 

Modo de Preparação:

  1. Cortam-se fatias obliquamente nos pães, que devem ter dois dias de antecedência, para que estas sejam maiores.
  2. Colocam-se as fatias num tabuleiro e regam-se com leite frio, para ficarem bem demolhadas. 
  3. Batem-se os ovos. Escorrem-se as fatias de pão e passam-se pelos ovos batidos. Colocam-se as fatias num tabuleiro devidamente untado com azeite.
  4. Levam-se as fatias ao forno bem quente, durante cerca de 20 minutos. (As fatias devem ser viradas a maio do tempo).
  5. Retiram-se as fatias e regam-se com calda.

CALDA


Ingredientes:

  • 300g de Açúcar
  • 1 colher de sopa de alecrim picado
  • 3dl de água
  • Casca de uma laranja
  • 1 Pau de canela
  • 1/2 Cálice de Vinho do Porto

 

Modo de Preparação:

  1. Mistura-se o açúcar, com a agua e a casaca da laranja; leva-se ao lume e deixa-se ferver por 3 minutos.
  2. Junta-se o vinho do porto, deixa-se levantar fervura e retira-se do lume.
  3. Espalha-se a calda por cima das rabanadas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Marcação de Consultas e/ou Esclarecimento de Dúvidas

diana.educacaoalimentar@gmail.com